12 de Dezembro de 2017
Utilize as teclas de atalho Alt+1 para navegar para a área de conteúdos do sítio web.

O Album de Aguarelas de Enrique Casanova

Capa do álbum (pormenor)O álbum de aguarelas de Enrique Casanova, que retrata ao todo dezanove salas dos Paços Reais da Ajuda, Cascais e Sintra ao tempo de D. Luís I, é uma peça paradigmática para o Palácio Nacional da Ajuda. Para além do arrolamento dos paços, estas aguarelas têm vindo a ser de fulcral importância para a reconstituição histórica das salas deste palácio, revelando pormenorizadamente a decoração das salas retratadas, a disposição dos objectos, das pinturas, à cor das paredes, passando pelos móveis, cerâmicas, esculturas, tapetes etc. Não estando exposto ao público por questões de conservação, esta exposição virtual permite mostrar o álbum, a capa e as aguarelas que o compõem, revelando a sua história e o seu contexto no passado e no presente.

Lista de Conteúdos

  • Aguarela que retrata o Gabinete de Trabalho do Rei Gabinete de Trabalho do Rei Fotografia de Henrique Ruas IMC/PNA

    O álbum de aguarelas dos interiores dos Paços Reais da Ajuda, Cascais e Sintra foi encomendado ao pintor da real câmara Enrique Casanova, pela rainha D. Maria Pia, para ser oferecido ao rei D Luís I por ocasião do seu quinquagésimo primeiro aniversário, a 31 de Outubro de 1889.
  • O álbum retrata dezanove salas dos Paços Reais Ajuda, Cascais e Sintra e terá sido executado entre os anos 1889 e 1891/92. A capa do álbum, executada pela casa Leitão & Irmão, em couro e prata, com as armas de Portugal cinzeladas, terá sido terminada em 1895.
  • Enrique Casanova no Nilo

    Nota Biográfica
    Texto de João Vaz - Conservador de Pintura do PNA

    Enrique Casanova nasceu em San Gil de Zaragoza, Espanha, em Janeiro de 1850.
    Oriundo de meio humilde, cedo pôs à prova seus dotes artísticos – expressão de um autodidactismo virtuoso – com a execução de tarefas na oficina litográfica de que seu pai era proprietário.

Rodapé