Em torno da sala foram armados os panos de porta com as armas da família Távora. De qualidade excepcional, foram bordados a ouro e prata com técnica oriental. Produzidos na China, no século XVII, estes panos de veludo foram confiscados aos Távora, na sequência do atentado à vida de D. José em 1758. Após a sua incorporação nos bens da Coroa, foi-lhes aposto o escudo dos Bragança para ocultar o dos Távora. Na parede principal encontra-se exposto um destes panos com as armas de origem.